pub

Esta quinta-feira, Nuno Pereira fez o último comentário do ano, no Programa Show da Manhã.

Começou por fazer uma retrospetiva sobre o ano. Na sua opinião, o pior do ano é Eduardo Cabrita, referindo que o ministro da Administração Interna “tem passado pelos pingos da chuva”. O melhor do ano, é Rúben Amorim, pelos feitos que tem conseguido alcançar ao comando do Sporting, que termina o ano em primeiro lugar do campeonato. O Ministério da Coesão Territorial, este ano, não aqueceu nem arrefeceu.

A saída do primeiro-ministro do isolamento profilático, a renovação do estado de emergência, as eleições presidenciais que vão ocorrem em estado de emergência, o aumento dos preços no próximo ano, a vacinação foram alguns dos temas que estiveram em cima da mesa.

Oiça na íntegra.

Parte I:

Parte II:

pub