pub

A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra viu aprovada a candidatura “FIREPOCTEP – Fortalecimento dos sistemas transfronteiriços de prevenção e extinção de incêndios florestais e melhoria dos recursos para a criação de emprego rural pós-COVID-19” efetuada ao programa Interreg V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020. 

O projeto FIREPOCTEP, liderado pela Junta da Andaluzia, inclui 21 parceiros portugueses e espanhóis e tem como objetivo global a adaptação às alterações climáticas através da prevenção e gestão de riscos naturais em zonas rurais transfronteiriças, sendo essencial capitalizar os resultados, conhecimento e boas práticas de outros projetos relacionados com a gestão de risco de incêndio e participação social ao nível das NUTS III.

No território da CIM Região de Coimbra, o projeto prevê a aquisição de equipamentos, promoção de boas práticas ao nível da prevenção dos incêndios rurais, intercâmbio de experiências e formação.

A candidatura, que tem um investimento total de 5.632.280,05€ sendo apoiada em 4.224.210,04€ pelo FEDER, irá decorrer até ao final do ano de 2022.

O POCTEP 2014-2020 tem cinco grande objetivos temáticos: potenciar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação, melhorar a competitividade das pequenas e médias empresas, promover a adaptação às alterações climáticas em todos os setores, proteger o meio ambiente e promover a eficiência dos recursos e melhorar a capacidade institucional e a eficiência da administração pública.

Em matéria de ambiente e infraestruturas energéticas e ecológicas, o POCTEP prevê medidas de adaptação às alterações climáticas e prevenção e gestão de riscos, desenvolvimento e promoção do potencial turístico dos espaços naturais, proteção e promoção dos ativos da cultura e património natural, tratamento de resíduos domésticos, gestão e conservação de água potável e prevenção e controlo integrados da poluição.

pub