pub

A Câmara de Coimbra formalizou três contratos de delegação de competências para a execução de obras de ampliação nos cemitérios de Ceira, São Martinho de Árvore e Torres do Mondego, a que acresce a ampliação do cemitério do Ameal, cujo contrato já tinha sido formalizado em setembro.

Estas ampliações, que representam um financiamento global superior a meio milhão de euros, são uma ambição antiga destas populações. As obras vão realizadas pelas respetivas Juntas de Freguesia, a quem compete agora avançar com os procedimentos para a execução da obra.

Os cemitérios ficarão com uma capacidade para um período superior a 50 anos e todas as minutas dos contratos que serão outorgados com as freguesias sublinham que as Freguesias ou Uniões de Freguesias não podem autorizar a concessão de terrenos dos cemitérios para a construção de jazigos ou instalação de sepulturas perpétuas.

pub