pub

O Sporting de Braga acusou hoje o Sporting de querer “tratamento de exceção no contexto pandémico”.  Recorde-se que os leões pretendem integrar dois jogadores que testaram positivo à covid-19 no jogo frente ao FC Porto.

Nuno Mendes e Sporar tiveram testes positivos, mas o Sporting veio anunciar que os resultados foram um equívoco e que os dois jogadores estão aptos para defrontar os “dragões”.

Os arsenalistas emitiram um comunicado, esta manhã, no qual dizem estar “profundamente indignados” com aquilo que classificam como uma “intenção do Sporting em ter tratamento de exceção” relativamente ao protocolo da covid-19.

Como é do conhecimento público, o Braga viu-se privado de vários jogadores devido a testes positivos à Covid-19. Como Clube cumpridor das regras, o Braga aceitou o impacto da pandemia, colocou imediatamente os jogadores em isolamento durante os 10 dias exigidos pelo protocolo da DGS para o futebol, não contestou resultados positivos.

O Braga mostra-se profundamente indignado pela intenção do Sporting em ter um tratamento de exceção neste contexto pandémico, não só face ao protocolo vigente a nível da Liga profissional de futebol, como no que diz respeito à sociedade em geral.

Em comunicado, a equipa minhota acrescenta que irá estar particularmente atenta à decisão soberana das autoridades locais de saúde, confiando que se mantenha o cumprimento escrupuloso das normas vigentes.

pub