pub

O Tribunal Constitucional alemão dá luz verde para aprovação do Fundo de Recuperação da União Europeia. A decisão é fundamental para que o plano de ajuda europeu de 750 mil milhões de euros possa avançar, mitigando os efeitos da pandemia de Covid-19.

Em declarações aos jornalistas, o primeiro-ministro mostra-se satisfeito com à decisão do Constitucional alemão de chumbar a providência cautelar contra a lei dos recursos próprios da União Europeia:

António Costa sublinha que a retificação ratificação do Fundo de Recuperação tem que ser possível até ao final da presidência portuguesa:

O primeiro-ministro falava aos jornalistas, em Andorra, à margem da Cimeira Ibero-Americana. António Costa admitiu ainda que a versão final do Plano de Recuperação e Resiliência português poderá ser entregue à Comissão Europeia ainda esta semana.

pub